RSS

Arquivo da Categoria: Cidadania

Novembro – documento do mês

Datado de 1898, o Atlas de Botanica é um documento único, cuja singularidade é atestada pela menção  de destino constante na capa – o Lyceu de Santarém.

O rigor científico, a minúcia de traço, a qualidade da impressão e estampagem, fazem deste livro um testemunho precioso da importância dada às ciências, no ensino público. Na folha de rosto, a informação – Para uso dos Lyceus (I,II,II e IV classes) – permite-nos afirmar que esta obra assume uma função de referência, enquanto atlas, semelhante à do ‘livro único’.

Os carimbos atestam a posse, do Liceu de Sá da Bandeira (grafia posterior a 1911), e o uso, assim como a localização – o Laboratório de Sciencias Naturais. Esta última informação comprova o Liceu enquanto escola dotada de equipamento moderno e práticas pedagógico-didáticas atentas e ajustadas aos alunos.

Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 1 de Novembro de 2017 em Bibliotecando, Cidadania, História, Memória

 

Etiquetas: , , ,

Sá da Bandeira – patrono da Escola

1Patrono Redonda

O infame tráfico dos negros é certamente uma nódoa indelével na história das nações modernas (…). Emendar pois o mal feito, e impedir que mais não se faça, é dever da honra portuguesa (…).” 

Marquês de Sá da Bandeira – O trabalho rural africano e a administração colonial

Humanista acima de tudo, e por isso determinou futuros. Homem de ideais, político de causas,  assumiu a ética da liberdade enquanto bem universal e direito de todos os Homens – eis a personalidade de quem orgulhosamente ostentamos o nome: 

Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo, marquês de Sá da Bandeira.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na Biblioteca, evoca-se o ilustre patrono com  o livro

– documento do mês de outubro – 

O trabalho rural africano e a administração colonial:

SáBandeira000 

 

 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 11 de Outubro de 2017 em Bibliotecando, Cidadania, Memória, UNESCO

 

Etiquetas: , , , ,

Professores

wtd-2017-poster-en_0

“Os professores são a força mais influente e poderosa para a equidade, acesso e qualidade na educação”

Irina Bokova, Diretora-geral da UNESCO

          ‘Ser um professor capacitado significa ter acesso a formação de elevada qualidade, salários justos e oportunidades contínuas com vista ao desenvolvimento profissional. Também implica ter a liberdade para contribuir para o desenvolvimento de curricula nacionais – e a autonomia profissional para escolher os métodos e abordagens mais apropriados para a uma educação mais eficiente, inclusiva e equitativa.’  Este é um excerto da Mensagem conjunta por ocasião do Dia Mundial do Professor  – Ensinar em Liberdade, Capacitar Professores – 5 de outubro de 2017, que pode ler aqui: 

 DiadoProfessor-2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 6 de Outubro de 2017 em Bibliotecando, Cidadania, UNESCO

 

Etiquetas: ,

República

República2015 (2)

OUTUBRO

1910 – 2017

Em 5 de outubro de 1910, Portugal passa a ser um estado republicano.

Na Biblioteca da Sá da Bandeira, assinala-se a efeméride com o busto centenário da figura-ícone  do então novo regime político, conjuntamente com as obras da coleção Álbuns da República.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 5 de Outubro de 2017 em Bibliotecando, Cidadania, História

 

Etiquetas: , , ,

OUTUBRO

Outubro é sinónimo de outono.

Apetece tempo abrigado, aconchego de alma e intelecto.

Apetece um bom livro  ou cinema : 

 

outubro16-1

 

 

 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 2 de Outubro de 2017 em Bibliotecando, Cidadania, Cinema, Literatura

 

Etiquetas: , , , , , ,

Correio do Ribatejo – 125 anos – exposição

Desde 1891 que um jornal diz do pulsar de uma cidade e da sua região.

Desde 1891 que Santarém lê o Correio do Ribatejo.

125 anos é somatório de vivências, testemunhos de épocas , caminhos percorridos entre memórias de uma cidade. É um Ribatejo viajante no tempo que se testemunha nas páginas do Correio do Ribatejo.

De viagens se fez a exposição que celebra a vitalidade de um semanário que caminha com a fluidez dos tempos.

Neste compasso, o Correio do Ribatejo chegou à Biblioteca da Sá da Bandeira.

História em estórias escritas nos painéis, nos objetos, nas imagens

– para ver, até 2 de junho.

Os alunos do 11º A receberam o diretor e administradores  com os trabalhos sobre a  visita de estudo feita às instalações também centenárias, com o objetivo de relacionar jornalismo e literatura, Guilherme de Azevedo, Os Maias e a Geração de 70

Porque jornais e bibliotecas, aulas e visitas de estudo são combinação de bom gosto e sabedoria!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 

 

Etiquetas: , , , , , , , ,

7 dias com os MEDIA

Selo-7DiasMedia

A Escola Secundária de Sá da Bandeira participa na iniciativa 7 dias com os MEDIA, com a turma A do 11º ano.

           A atividade surge no contexto da disciplina de Português: o estudo de ‘Os Maias’, mais especificamente o contexto de época e a Geração de 70, os espaços sociais – o jornalismo (os jornais ‘A Tarde’ e ‘Corneta do diabo’) . Santarém é uma cidade intimamente ligada ao programa de Português, do Ensino Secundário, desde o início – textos da lírica medieval – até ao décimo segundo ano – poesia contemporânea.

      No décimo primeiro ano, a cidade é um palco, por oferecer enquadramento à obra de Padre António Vieira e Almeida Garrett, bem como a Guilherme de Azevedo, membro da Geração de 70 e figura tutelar do jornalismo realista. Também ‘Os Maias’ é produto de alguém da Geração de 70 – Eça de Queirós; o jornalismo de ‘A Tarde’ e da ‘Corneta do Diabo’ é objeto de ironia, determina episódios do espaço social, contribui para o avançar da narrativa, dá a conhecer um ângulo da realidade portuguesa do século XIX. Nesta moldura de época, podemos integrar o Correio da Extremadura, as personalidades que o construíram e habitaram. Divulgar o jornal, dar a conhecer pedaços de uma história comum, despertar consciências para a singularidade do património coletivo, é de elementar dever.

         Por outro lado, importa reconhecer a importância secular dos Media e construir a ponte com o presente, já que, na cidade, existe o mais antigo semanário regional de Portugal continental – o Correio do Ribatejo.

         Partindo da premissa de que qualquer matéria do programa pode estar ao alcance dos alunos, seja na Escola, em casa ou na rua, conhecer melhor o Correio do Ribatejo é uma outra prova de que Santarém é, ainda, o livro essencial de que Garrett falou nas ‘Viagens na minha terra’.

 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 2 de Maio de 2017 em Bibliotecando, Cidadania, Media

 

Etiquetas: , , , , , , ,

 
%d bloggers like this: